Frutificar


Na Bíblia diz que os crentes serão reconhecidos pelos seus frutos, tal qual árvore saudável. Uma coisa que dei comigo a pensar foi que nenhuma árvore produz para si própria. Os frutos são apanhados por alguém, que os saboreia e desfruta. Assim devemos ser nós. Produzimos amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, autocontrolo. Isto tudo em benefício dos outros.

Penso que para produzir estas coisas boas é um grande descanso saber que isto não depende das minhas forças (havia de ser bonito!). Cada  fruto do Espírito é a manifestação de Deus, do trabalho do Espírito Santo nas nossas vidas. E assim, a receita para uma vida mais proveitosa é a tarefa de simplesmente permanecer em Cristo. Como Jesus explica em João 15:5: "Eu sou a videira; vós sois os ramos. Quem permanece em mim e eu nele, esse é o que dá muito fruto, porque sem mim nada podeis fazer. "

As acções ou sentimentos dos outros não foram feitas para determinar ou controlar as nossas acções ou sentimentos, mas para serem uma oportunidade de nos lembrar que Cristo vive dentro de nós, permitindo-nos viver para sermos dignos de produzir os frutos do nosso Salvador.