Enterrar esperanças erradas.

Dizia a Ana dos cabelos ruivos, num dos episódios, que a vida dela era um cemitério perfeito de esperanças enterradas.

Tão bonito. Tão certo. Tão assustador ao início. Enterrar a esperança errada, aquela que apenas vê a nossa realização pessoal, o nosso desejo, o nosso prazer. Confiar que o que virá trazido do Alto, é com essa esperança que temos de regar toda a nossa vida. O que virá será sempre muito melhor. Sonhar os sonhos do Alto, nada melhor a desejar. Um cemitério cheio de sonhos daqui, que tantas vezes roubam o protagonismo do Senhor Deus. Quero a minha vida como um cemitério de esperanças erradas, completamente enterradas.

Amém.