O escarnecedor - 8 de Janeiro

"Até quando, ó simples, amareis a simplicidade? E vós escarnecedores, desejareis o escárnio? E vós insensatos, odiareis o conhecimento?"
Provérbios 1:22

Três tipos de tolos são mencionados neste versículo. Os escarnecedores (em hebraico, lesim) demonstram que não é a capacidade mental mas a atitude que determina se nos tornamos sábios ou tolos. Na raiz do carácter do escarnecedor há um orgulho elevado que odeia submeter-se seja a quem for (21:24). A sua estratégia é fazer desacreditar qualquer coisa, agindo de forma presunçosa continuamente. Os escarnecedores, apesar de tolos, aparentam-se como pessoas muito cultas e sofisticadas.
Algumas coisas, claro, merecem crítica e até sátira. Até Deus gosta de fazer pouco algumas vezes. Contudo, "sentarmo-nos na roda dos escarnecedores" (Salmos 1:1) é fazer do cinismo e da zombaria a primeira resposta habitual. .O constante escárnio vai endurecer-te e envenenar os relacionamentos. Vivemos numa era pós-moderna que encoraja a descontrução e numa era de internet que faz do escárnio e da zombaria uma coisa fácil e um discurso razoável uma coisa difícil. Por isso precisamos resistir à enorme pressão cultural para sermos escarnecedores. Contrasta isto com Jesus: "Não discutirá nem gritará;ninguém ouvirá sua voz     nas ruas. Não quebrará o caniço rachado, não apagará o pavio fumegante, até que leve à vitória a justiça." (Mateus 12:19-20).
Quando é que foste tentado a revirar os olhos e desistir de alguém em vez de de lhe prestares atenção?

Oração: Senhor, ajuda-me a evitar os dispositivos do mundo para parecer que sou sábio - o ar cínico, a piada privada, os suspiros ou a tristeza simulada acerca de quão estúpida toda a gente é. Ajuda-me a não desprezar ninguém e a respeitar toda a gente, mesmo se estiver a corrigir alguém. Amém.