Faz de mim o que queres que eu seja




Pelas provas
Pelas dores
Vinho novo farás
Eu me prostro e me rendo
Algo novo farás

Eu me entrego a ti e à tua mão sem ver
Confiando mesmo sem compreender

Como uma oferta
Rendo esta vida
Sim, eu abraço
O que queres de mim
Que posso entregar-te
Se tudo encontrei em ti?
Um novo vinho cria em mim

Porque um novo vinho
É nova força
E liberdade
Teu Reino aqui
Deixo o meu passado
Pois teu novo fogo arde em mim